Alerta
  • JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 81
noticias revista apdp  apdp tv
 
 
 Telf: +351 21 381 61 00  Email: diabetes@apdp.pt

Criação de Unidades Coordenadoras Funcionais, projeto pioneiro para benefício as pessoas com Diabetes

Segundo o Relatório Anual da Diabetes (Diabetes – Factos e números) o número de pessoas com Diabetes tipo 2 tem vindo a aumentar bem como se estima que 45% das pessoas com diabetes estão por diagnosticar. No sentido de fazer face a esta realidade estão a ser criadas as Unidades Coordenadoras Funcionais para a Diabetes.

O projeto arrancou com 4 hospitais e 4 Unidades de Saúde Familiar (USF). O objetivo é apostar na medicina preventiva em vez da medicina curativa, melhorando o acompanhamento das pessoas com Diabetes bem como o seu acesso a cuidados de saúde primários.

O sucesso conseguido através deste modelo no âmbito da saúde materna abriu portas para a criação de um modelo similar para a Diabetes.

Os 4 hospitais iniciais são o de faro, Viseu, Coimbra e Barreiro, com as respetivas USF, Âncora, Viseu, Briosa e Lavradio. As equipas multidisciplinares mantiveram-se em contacto durante 1 ano para agilizar toda a articulação entre o hospital e a USF. Pretende-se que o hospital sirva para responder a algumas necessidades muito específicas e bastante concretas, à parte disso o utente sai beneficiado já que não necessita de tantas idas ao hospital podendo encontrar na USF ou Centro de Saúde a rede de cuidados multidisciplinares necessária para controlar bem a sua Diabetes.

Todo este plano de ação necessita de espaço próprio e organizado, por isso as estruturas estão a ser constituídas até Fevereiro do próximo ano com a meta de, em 2015, existirem as Unidades Coordenaras Funcionais em todos os ACES.

Será feita uma grande aposta na educação, na autogestão e na autonomia da pessoa com Diabetes.

Os profissionais que já trabalham com este projeto referem resultados bastante positivos no acompanhamento das pessoas envolvidas. 

 

Fonte: Desafio Saúde 

Diabetes Factos e Números

Apoie  a APDP e faça um donativo