noticias revista apdp  apdp tv
 
 
 Telf: +351 21 381 61 00  Email: diabetes@apdp.pt

Índice de cálcio nas artérias coronárias revela-se útil para avaliar risco de mortalidade cardiovascular nos Diabéticos


Globulos e glicemia

A diabetes, principalmente quando mal controlada, é grande causadora de complicações na circulação. As artérias coronárias (artérias que irrigam o coração) não são exceção. É frequente que estas artérias sejam alvo de depósitos de gordura, o que obstrui a passagem do sangue e de depósitos de cálcio que tornam as artérias rígidas e pouco distensíveis fazendo com que percam eficácia na sua função principal que é abastecer o coração de oxigénio e nutrientes. 

Um artigo publicado na revista científica Diabetes Care, órgão oficial da Associação Americana de Diabetes, estudou o valor da avaliação do Score de cálcio nas artérias coronárias de doentes diabéticos tipo 2 para prever a mortalidade por causas cardiovasculares, bem como para classifica-los em Diabéticos de alto risco ou Diabéticos de baixo risco.

O estudo englobou 1123 Diabéticos tipo 2, com idades compreendidas entre os 34 e os 86 anos. Todos os participantes realizaram uma Tomografia computorizada (TC) que é uma meio de diagnóstico imagiológico bastante sensível à presença de cálcio no interior dos vasos.

Este exame permitiu tirar algumas conclusões relevantes. Verificou-se que os Diabéticos com níveis mais elevados de cálcio nas artérias coronárias apresentaram mais eventos cardiovasculares, como enfarte, e maior mortalidade, 8% dos participantes do estudo morreram devido a causas cardiovasculares.

O facto de ser possível classificar os Diabéticos em alto e baixo risco revelou-se extremamente útil no seu acompanhamento clínico e na melhoria da medicação a fazer.

Assim a avaliação do Score de cálcio por TC revela-se um instrumento diagnóstico extremamente útil no acompanhamento dos diabéticos.

Fonte: Revista Diabetes Care - Coronary Calcium Score Predicts Cardiovascular Mortality in Diabetes Diabetes Heart Study, Publicado online antes da impressão December 10, 2012, doi: 10.2337/dc12- 1548

Diabetes Factos e Números

Apoie  a APDP e faça um donativo