noticias revista apdp  apdp tv
 
 
 Telf: +351 21 381 61 00  Email: diabetes@apdp.pt

Investigadores desenvolvem tratamento que poderá diminuir as necessidades de insulina em diabéticos tipo 1 recém diagnosticados

Investigadores da Universidade do Colorado, Estado Unidos da América, e da Universidade Bem Gurion, em Israel, descobriram nova possibilidade de tratamento para a Diabetes tipo 1.

O grupo estudou os danos que a Diabetes tipo 1 provoca nas células produtoras de insulina (células beta dos ilhéus de Langerhans do pâncreas). O objetivo foi reduzir a inflamação para que essas células mantivessem alguma capacidade de produzir insulina.

Para isso, recorreram à administração de uma proteína anti-inflamatória, a alfa-1-antitripsina, em diabéticos tipo 1 recém diagnosticados (em que ainda se verificava produção de insulina pelas células beta do pâncreas) e observaram que as necessidades de insulina diminuíram, tendo alguns dos pacientes permanecido 2 anos sem necessidade de administração de insulina.

Os participantes eram  jovens e o tratamento não revelou contraindicações.

Embora a investigação tenha trazido avanços significativos, os investigadores referem que ainda são necessários pelo menos mais três ensaios clínicos, nos Estados Unidos da América, para que o tratamento seja aprovado pela Food and Drug Administration (FDA) que é a entidade reguladora dos fármacos nesse país.

 

 

Fonte: Gottlieb P et al. Alpha1-Antitrypsin Therapy Downregulates Toll Like Receptor-Induced IL-1β Responses in Monocytes and Myeloid Dendritic Cells and may Improve Islet Function in Recently Diagnosed Patients with Type 1 Diabetes. Jornal of clinical endocrinology and metabolism. Fevereiro de 2014

Diabetes Factos e Números

Apoie  a APDP e faça um donativo