noticias revista apdp  apdp tv
 
 
 Telf: +351 21 381 61 00  Email: diabetes@apdp.pt

Nova insulina de ação rápida inalada – conheça as características

Nova insulina de ação rápida inalada – conheça as características

Preve-se que a nova insulina de ação rápida inalada (com autorização de comercialização nos Estados Unidos no final de Junho de 2014) seja colocada à venda no 1º timestre de 2015. A farmacêutica que desenvolveu esta nova insulina (MannKind) fez um acordo com a farmacêutica Sanofi para a sua comercialização.

Conheça mais sobre esta nova insulina:

1.A quem se destina?

Está aprovada para o tratamento de pessoas com diabetes tipo 1 e 2 com mais de 18 anos.

2.Quem não poderá utilizar esta insulina?

- Fumadores ou pessoas que tenham deixado de fumar há menos de 6 meses;
- pacientes com doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC), asma ou outras doenças crónicas do pulmão;
- pacientes com cancro do pulmão;
- não deverá ser utilizada para o tratamento da cetoacidose diabética.

3.Como é administrada?

- É administrada por via inalatória antes de uma refeição tal como as insulinas de ação curta/ultra-curta que se utilizam por via sub-cutânea;
- A recargas são de 4 U ou 8 U de insulina;
- O pico de ação será ao fim de 12-15 minutos.

4.Terei de fazer testes antes de começar a utilizá-la?

- Recomenda-se a realização de testes de função dos pulmões (espirometria); este teste deverá ser repetido 6 meses após o início da sua utilização; poderãos ser recomendados outros testes aos pulmões que serão recomendados pelo seu médico.

5.Qual será o seu custo?

Ainda não se conhece o preço de venda dos Estados Unidos (único país do mundo onde foi aprovada), prevendo-se o início da venda neste país no 1º trimestre de 2015.

Fonte: www.medscape.com

 

 

 

Diabetes Factos e Números

Apoie  a APDP e faça um donativo