noticias revista apdp  apdp tv
 
 
 Telf: +351 21 381 61 00  Email: diabetes@apdp.pt

Tratar Hipoglicemia

Quanto melhor for o controlo metabólico menor será a probabilidade de ocorrer uma hipoglicemia. Saber tratar uma hipoglicemia é extremamente importante para evitar complicações graves que podem advir, como o coma hipoglicémico. 

Hipoglicemia

Hipoglicemia

A glicose (açúcar) é a principal fonte de energia utilizada pelo nosso corpo, o cérebro, por exemplo, só utiliza glicose como fonte de energia.

A hipoglicemia acontece quando os níveis de glicose no sangue descem abaixo dos 70 mg/dl. Os sintomas podem ser mais leves como visão turva, fadiga, dor de cabeça ou mais evidentes como desmaio.

É importante que a pessoa com Diabetes e os seus familiares saibam reconhecer os sintomas e agir em caso de hipoglicemia.

Mas o que provoca a hipoglicemia?

A hipoglicemia pode ser provocada por erros na alimentação, como passar várias horas sem comer ou ingerir quantidades insuficientes de hidratos de carbono; erros na administração de medicação oral ou excesso de insulina; exercício físico não programado e sem suporte alimentar antes e depois e consumo de alcool em excesso e/ou fora das refeições.

Quanto aos sintomas da hipoglicemia, é importante referir que apenas alguns destes podem estar presentes consoante a gravidade da hipoglicemia, podendo variar de pessoa para pessoa.
 
Os sintomas a ter em atenção são o suor excessivo, tremores, fraqueza, palidez, fome, dificuldade na concentração, irritabilidade, agressividade, alteração da consciência, podendo chegar ao coma. 

 

Como tratar a hipoglicemia moderada

Quando surgem sintomas de hipoglicemia a primeira coisa a fazer é uma pesquisa de glicemia. Se tem efetivamente os valores de glicemia abaixo dos 70 mg/dl deve seguir os seguintes passos: 

1. Ingerir 10 a 15 gramas de açúcar diluído numa pequena quantidade de água ou sumo. 

2. Repetir pesquisa de glicemia 3 a 5 minutos após a ingestão de açúcar. 

3. Se os valores ainda não estão dentro dos valores normais deve repetir o primeiro passo até estabilizar a glicemia.

4. Após a estabilização, dentro de 10 a 15 minutos deve fazer uma refeição rica em hidratos de carbono de absorção lenta, como pão, massas, bolachas de água e sal ou tostas. 

Como tratar a hipoglicemia grave:

Nesta situaçao se a pessoa está agitada, com alteração do estado de consciência ou mesmo inconsciente, a ajuda tem de vir de terceiros:

1. Deitar o paciente de lado

2. Fazer e colocar no interior da bochecha uma papa de açucar

3. Administrar glucagon 1 mg por via intramuscular ou sub-cutânea

4. Contactar o INEM (112) e expor de forma clara a situação e a sua gravidade

Uma nota importante: No primeiro passo, a ingestão deve ser realmente de açúcar e não de outro alimento rico em açúcar como um bolo ou um chocolate. Enquanto o açúcar tem uma absorção extremamente rápida, um bolo contém gorduras que têm que ser digeridas e isso atrasa a absorção do açúcar. O recomendado é que tenha sempre 3 a 4 pacotes de açúcar na carteira.

Como atuar em caso de hipoglicemia? 

Prevenção da hipoglicemia

Para prevenir a hipoglicemia é importante:

- Fazer uma vigilância das glicemias capilares ao longo do dia

- Ingerir hidratos de carbono ao longo do dia e em todas as refeições

- Ajustar as doses de insulina às necessidades alimentares e ao exercício físico

- Variar os locais de administração de insulina

ref. (7) (21) (22)

Destaques

Diabetes Factos e Números

Apoie  a APDP e faça um donativo