Caso não consiga ver este e-mail clique aqui.
Smartphones podem ser recurso eficaz para motivar exercício
As aplicações de smartphones são uma ferramenta potencial para incentivar o exercício no contexto da diabetes tipo 2, sugere um estudo na revista Diabetes Care. Cientistas observaram um grupo de 27 indivíduos: aqueles a quem foram enviadas 1 a 7 mensagens semanais via smartphone a motivar a prática de exercício, melhoraram o seu controlo metabólico, graças ao aumento dos níveis de atividade física. Os participantes que receberam meros alertas de exercício não tiveram o mesmo empenho físico.
Cientistas estudam sono nas crianças com diabetes tipo 1
Investigadores eslovacos apuraram que as crianças com diabetes tipo 1 dormem menos horas no estado de sono profundo e revelam ter uma eficiência reduzida neste estágio de sono, comparativamente com outras crianças sem a doença. Realizado com uma amostra de 40 participantes com e sem diabetes, o estudo teve por base a análise da associação entre o sono e a A1C, considerada um critério de avaliação do controlo da glicemia, avança o Endocrine Today.
Novas pistas sobre neuropatia diabética
Um novo estudo sugere que o sistema nervoso central tem um papel-chave no desenvolvimento da neuropatia diabética, particularmente antes dos sintomas da doença aparecerem e através de mudanças nas áreas do cérebro que podem estar envolvidas na identificação da localização e intensidade da dor, refere o site Diabetes.co.uk. A neuropatia é uma complicação crónica da diabetes, que resulta de lesões ao nível do sistema nervoso periférico.
Quais as mais-valias de ler os rótulos dos alimentos?
     
Todos os meses os nossos especialistas respondem às suas questões. Partilhe as suas dúvidas connosco através do e-mail revista@apdp.pt
     
Sessões educativas para cuidadores informais
Em fevereiro arranca o projeto da APDP “Capacitação para a Gestão da Diabetes”, que promove sessões educativas dirigidas a familiares, amigos e outros grupos comunitários, como vizinhos e voluntários, que acompanham pessoas com diabetes tipo 2. As sessões têm um caráter prático e pretendem ensinar a controlar e a vigiar a diabetes, veiculando também orientações sobre alimentação, cozinha saudável e atividade física. A formação realiza-se na Escola da Diabetes, em Lisboa, a cargo de uma equipa formada por uma enfermeira, uma dietista, um chef de cozinha e um professor de atividade física.
Pratos de baixo índice glicémico
Dirigido a pessoas com diabetes, familiares e prestadores de cuidados
Cozinha da APDP – Escola da Diabetes
31 de março (17h30-19h30) Custo: 25 euros Informações: 213816101 ou cvaz@apdp.pt
Formação inicial de diabetes
Dirigido a profissionais de saúde
Escola da Diabetes – Lisboa
7 e 8 de março
Mais informações e inscrições:
cursos@apdp.pt
213 816 130/40 e 936 186 340

Alerta a anúncios de fast food
A publicidade a certos produtos alimentares é um dos fatores responsáveis pelo crescente consumo de fast food, resultando na subida de casos de diabetes tipo 2 e de obesidade entre as crianças, defendem cientistas do Reino Unido, num estudo publicado na revista científica American Journal of Clinical Nutrition. A notícia é divulgada no site Diabetes.co.uk.
Esta mensagem foi enviada pela APDP e pela Goody S.A. para o e-mail $$U_EMAIL$$
Se não autoriza que este e-mail seja utilizado para receber informações por favor, clique aqui.

Copyright © Goody 2016. Todos os direitos reservados.